Céu ou Inferno ?

Um jovem pediu a um sábio sacerdote que descrevesse o inferno. O velho sacerdote respondeu que no inferno há um enorme caldeirão de cozinha, de quase um metro de largura, cheio de um delicioso talharim, mas os únicos utensílios de que se dispõem são pauzinhos de também quase um metro de comprimento.

Você pode imaginar o que acontece", explicou o sacerdote. "Todos estão famintos e lutando por alimentar-se com os pauzinhos de quase um metro. Eles lutam para apanhar o talharim, mas os pauzinhos são muito longos para manipular o talharim e levá-lo à boca. Eles ficam furiosos e se digladiam por causa do talharim, cada qual querendo ser o primeiro a comer e chegam a agredir-se mutuamente por causa do alimento. No fim, com o talharim espalhado por toda parte, menos na boca deles, padecem de fome angustiante e permanente".

O jovem pediu depois uma descrição do céu, e o sacerdote replicou: "O céu é exatamente igual só que cada um apanha o talharim e o oferece a alguém que esteja do outro lado do caldeirão, dizendo: Por favor seja o primeiro a saborear este maravilhoso alimento. O outro aceita o alimento, dizendo: Obrigado e por favor, permita-me retribuir-lhe a gentileza. Por seu caráter altruísta, eles gozam de eterna felicidade".

Mas não se enganem, certamente que a explicação aqui nesta história dada pelo sacerdote, não chega nem próximo do que seria a realidade do Céu ou, principalmente do Inferno!

Embora haja muitas passagens bíblicas que falam a respeito do céu, menciono aqui apenas algumas das promessas deixadas na Palavra de Deus. O Céu é um lugar sublime, que não conseguimos descrever; Um lugar onde haverá somente louvor e alegria.

Nós, cristãos temos certeza que quanto partirmos dessa terra habitaremos no céu, pela afirmação que Paulo fez aos irmãos de Corinto "Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus". (II Coríntios 5:1), também aos de Filipos "Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo". (Filipenses 3:20), ainda pela visão de Jesus Cristo que Deus deu a João na Ilha de Patmos, antes de sua morte, mais ou menos em 98 d.C. "E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe". (Apolacipse 21:1), por Pedro também deixa os irmãos confortados nas promessas de Deus quando diz: "Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça". (II Pedro 3:13). Lá não haverá nem pranto nem dor "E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas". (Apocalipse 21:4).

O Inferno, com certeza, não é um bom lugar para se estar depois da morte. Baseado na Bíblia nós descrevemos o inferno como sendo: a morada dos pecadores "Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo". (II Pedro 2:4); de Satanás e seus anjos "Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos". (Mateus 25:41); da besta e dos falsos profetas e de espíritos malignos "E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre". (Apocalipse 20:10); o lugar da vingança divina, onde hoje já não há mais misericórdia e cujo sofrimento é sem fim. "Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no reino de Deus, e vós lançados fora". (Lucas 13:28).

"Estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus,
para que saibais que tendes a vida eterna". (I João 5:13).

Introdução Mensagens