Epístolas Gerais - Judas

Autor: Provavelmente Judas, irmão de Tiago. Se isto é verdade, ele pode ter sido um irmão de nosso Senhor; compare Marcos 6:3; Gálatas 1:19.
Os irmãos do Senhor não criam nele a princípio, João 7:5, mas depois da ressurreição se converteram em seus seguidores, Atos 1:14.
É possível que Judas, devido ao fato de não ter crido ao princípio, sentiu-se indigno de assinar a carta como irmão de Jesus. Assim, ao escrever a carta refere-se a si mesmo como um simples "servo", vs. 1.

Quando foi escrito: 70 - 80 A.D.

Propósito Principal: A carta foi evidentemente escrita antes de tudo para advertir a igreja contra os mestres imorais e as heresias alarmantes que estavam pondo em perigo a fé que os crentes possuíam.

Texto Chave: vs. 3-4.

Sinopse:
Saudação, vs. 1-2.
O motivo da carta é exortar acerca da defesa da fé, devido à invasão de mestres imorais e heréticos, vs. 3-4.
Advertências acerca de como Deus tratou os pecadores no passado.
O castigo de Israel por causa da sua incredulidade, v.5.
O destino dos anjos caídos e dos depravados habitantes de Sodoma, vs. 6-7.
Descrição das características dos mestres ímpios, e o juízo que sobre eles se pronuncia, vs. 8-13.

Referências a profecias:
De Enoque, que predisse a condenação dos ímpios, vs. 14-16.
Dos apóstolos, acerca dos escarnecedores dos últimos dias, vs. 17-19.
Resumo dos deveres cristãos.
Crescimento espiritual e oração, v. 20.
Amor para com Deus e confiança em Cristo para a salvação eterna, v. 21.
Bênção, vs. 24-25.

Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo.

"Judas 1:17"

A Bíblia Sagrada Revelação, O Apocalípse