História - II Reis

Este livro é uma continuação do livro de I Reis.

Autor: Desconhecido.

Quando foi escrito: 550 a.C.

Tema Principal: A história dos reinos de Israel e Judá, desde a última parte do reinado de Acazias em Israel, e de Jorão em Judá, até o tempo dos cativeiros. Quanto a história de Israel, é este um quadro sombrio de governantes degenerados e de gente pecadora, que resultou na escravidão. O reino de Judá também se estava degradando, mas o juízo não o atingiu tão depressa devido à influência de um número de reis bons que reinaram durante este período. Em sua maior parte o livro se centraliza nas vidas dos profetas Elias e Eliseu.

Mensagem Espiritual: A influência poderosa dos governantes sobre uma nação.

Sinopse:

O livro pode ser dividido em três partes:

Parte I.
Principalmente, a história dos últimos dias de Elias.
Pede fogo do céu para destruir a seus inimigos, cap. 1:9-12
A divisão do rio Jordão, cap. 2:8.
Sua transladação, cap. 2:11.

Parte II.
Principalmente a história de Eliseu.
Pede uma porção dobrada de graça, cap. 2:9.
Divide o Jordão, cap. 2:14.
Sara as águas, cap. 2:19-22.
Amaldiçoa os rapazes que zombaram dele, cap. 2:23-24.
Consegue água para um exército, cap. 3:15-20.
Aumenta o azeite da viúva, cap. 4:1-7.
Ressuscita a um menino, cap. 4:18-37.
Purifica o alimento nocivo, cap. 4:38-41.
Alimenta a multidão, cap. 4:42-44.
Sara a Naamã, o leproso, cap. 5:5-15.
Faz que Gezi fique leproso, 5:20-27.
Faz flutuar o ferro de um machado, cap. 6:1-7.
Revela os planos do rei da Síria, cap. 6.
Provoca cegueira nos sírios, cap. 6:18-20.
Profetiza abundância para uma cidade açoitada pela fome, cap. 7:1-18.
Garante à mulher sunamita a restauração da sua terra, cap. 8:3-6.
Profetiza a exaltação de Hazael, cap. 8:7-15.
Ordena a unção de Jeú como rei, cap. 9:1-6.
Conserva o poder profético até em seu leito de morte, cap. 13:14-19.
O poder divino se manifesta em seu túmulo, mesmo após a sua morte, cap. 13:20-21. O segredo de seu poder seu desejo de receber porção dobrada de graça o capacitou a viver numa atitude de contínua vitória.

Parte III.
Outros eventos notáveis na história de Judá e Israel.
A execução do juízo divino de Jeú sobre Jorão, Acazias, Jezabel, setenta dos filhos de Acabe e os adoradores de Baal, caps. 9-10.
O bom reinado de Joás, caps. 11-12.
Os reinados de reis perversos em Israel, seguidos pelo cativeiro das dez tribos, caps. 13-17.
O bom reinado de Ezequias, caps. 18-20.
O perverso reinado de Manassés, cap. 21.
Josias, o último dos reis bons, caps. 22-23.
Uma série de reis perversos em Judá conduzem ao cativeiro da nação e à destruição de Jerusalém, cap. 25.

Porque se apegou ao Senhor; não se apartou de o seguir, e guardou os mandamentos que o Senhor ordenara a Moisés.

"II Reis 18:6"

A Bíblia Sagrada I Crônicas