Autores de Hinos

Paul Gerhardt

1607 - 1676

Maria Beatriz da Silva Borges - (1966 - ) Salomão Luiz Ginsburg (1867-1927)

O maior poeta luterano de todos os tempos é, sem dúvida, Paul Gerhardt, um homem que sentiu na própria carne os horrores da guerra dos trinta anos. (Sobre a Guerra dos Trinta anos veja em Musica e Igreja). A guerra dos Trinta Anos havia terminou em 1648. No entanto, a epidemia, a fome, a desnutrição, a pobreza, e enfim, a morte, foram conseqüências que continuaram por muitos anos. Paul Gerhardt viveu neste contexto. Gerhardt nasceu em 12 de Março de 1607, na Cidade de Grafenhaynichen, Alemanha (Germany).

Enquanto a guerra desolava a Alemanha, Paul Gerhardt concluía seus estudos de teologia na universidade de Wittenberg. A dura realidade da guerra o impediu de assumir logo o pastorado, o que lhe dificultou mais ainda ganhar o pão para sobrevivência. Mas foi nesta triste situação que começou a brotar o seu dom da poesia. Já em 1647 o músico Johann Crüger publicou o hinário "Praxis Pietatis Melica" (Música de Prática Piedosa), no qual já continham 18 hinos de Paul Gerhardt, dos quais o povo se agradou muito. Seu primeiro ministério assumiu em 1651 em Mittelwalde. Em 1655 casou com Anna Maria Berthold, cujo primeiro fruto deste casamento, uma filha, morreu na infância. Em 1557 recebeu chamado para Berlim. Além de renomado poeta, Paul é também reconhecido como um grande pregador. Seus sermões atraíam muita gente aos cultos.

Além de todo o dilema da guerra, no qual viveu, por volta de 1662, começaram para ele os anos de maior luta. O eleitor Friederich Wilhelm da Prussia, aderiu ao calvinismo e forçou uma união entre luteranos e calvinistas. A tentativa de chegar a um acordo não aconteceu. Paul Gerhadt foi um dos braços fortes dos teólogos luteranos na resistência. Foi, principalmente, através dos hinos, que Paul Gerhardt manteve a posição doutrinária luterana contra o calvinismo. Dois anos após, o eleitor Friederich, vendo seu plano frustrado, decretou que, os pregadores tanto luteranos como calvinistas pregassem a mesma doutrina, obviamente calvinista. Paul Gerhardt, fiel aos princípios da doutrina luterana se recusou a obedecer ao decreto e por isso, foi forçado a abandonar o ministério e inclusive foi proibido de dar atendimento pastoral em sua própria casa.

Em meio a este dilema, Gerhardt ainda suportou a morte de mais um filho e em seguida a morte da esposa, ficando sozinho com um filho de seis anos. Em vida perdeu quatro dos cinco filhos que tinha. Enquanto a sua esposa estava gravemente enferma, ele leu para ela as palavras do Salmos 37:5 "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará". Essas palavras o inspiraram a escrever o hino "Entrega o teu caminho" (Hinário Luterano, 424). Em 1668 foi chamado para Lübben an der Spree, Spreewald, Alemanha, Cidade onde faleceu em 27 de Maio de 1676.

Paul Gerhardt escreveu 123 hinos. Na maioria são extensos com várias estrofes. Sua poesia é de um talento incontestável. A linguagem é simples, porém, os conteúdos são profundos. Sua experiência de vida e seu exemplo de fé estão fortemente marcados neles. O conteúdo deles está firmado na doutrina da justificação pela fé e expressam uma convicção cristã muito sincera e uma teologia cristocêntrica. Milhões de pessoas foram consoladas através dos seus hinos.


Retornar a Hinos Evangélicos Autores de Hinos Evangélicos