Infalíveis Ensinamentos de Pedro

Temos na Palavra de Deus, a Bíblia, dois livros e vários sermões de Pedro. Esses sermões foram escritos sob a inspiração de Deus e são verdades infalíveis, assim como toda a Bíblia, que foi divinamente escrita para nos instruir corrigir e redargüir. "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça". (II Timóteo 3:16). O que temos realmente a fazer, é colocar em prática em nossas vidas.

Aqueles muitos que professam honra a Pedro nunca tiveram tempo para sequer ler seus ensinamentos. Antes da sua morte, Pedro expressou seu desejo de que pudéssemos relembrar suas palavras. Disse ele: "Mas também eu procurarei em toda a ocasião que depois da minha morte tenhais lembranças destas coisas". (II Pedro 1: 15).

Nas Escrituras Sagradas, existem muitas verdades, mas vejamos algumas delas faladas por Pedro. Com relação a Salvação que há em Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, disse: "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos"(Atos 4: 12).

Pedro sempre falou das boas novas da morte, sepultamento e ressurreição de Cristo. Em um de seus sermões, lembrou a todos que parte do Plano Divino de Salvação de Deus, estava incluído também a morte e crucificação de Jesus, Seu Amado Filho: "O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, ao qual vós matastes, suspendendo-o no madeiro" (Atos 5: 30).

Para Pedro o fato de Jesus ter morrido em favor de todos nós pecadores também eram boas novas. "Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça..." (I Pedro 2: 24). Novamente, disse: "Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito". (I Pedro 3: 18). Ele coloca claramente Cristo como o único que pode pagar por nossos pecados ou repará-los diante de Deus. Quando cremos em Jesus passamos a não mais viver pela carne, vivemos então pelo Espírito Santo de Deus. A morte de Cristo pelos pecadores é vista como o único poder que pode levar-nos a Deus.

O leitor dos escritos de Pedro é ainda alertado sobre falsos ideais que o povo tem sobre como se recebe o perdão dos pecados. Alerta-nos que isso não pode ser conseguido com dinheiro."Porquanto sei que não fui redimido com coisas corruptíveis, como prata e ouro... mas com o precioso sangue de Cristo..." (I Pedro 1: 8-10). Certo homem que tentou comprar Bênçãos Espirituais com dinheiro foi duramente repreendido em sua tentativa."O teu dinheiro seja contigo para a perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro" (Atos 8: 20). Pedro também ensinou que as obras não garantem um lugar no céu a ninguém. Enquanto pregava sobre qual o caminho da salvação, disse: "Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também" (Atos 15: 11). Como Paulo, outro apóstolo também explica "Mas se é por graça, já não é pelas obras". (Romanos 11: 6). A graça é a misericórdia de Deus ao não merecedor e, portanto, exclui o ideal de alguém tentar salvar-se por meio de obras. O esforço destes é em vão e sem sucesso.

O leitor, ouvindo que a salvação não é comprada com dinheiro ou recebida por meio de boas obras, deve estar se perguntando como obtê-la. A Bíblia responde, obviamente, que é por meio da salvação em Cristo, um dom gratuito para aqueles que o recebem pela fé. Pedro disse, referindo-se a Jesus Cristo: "A Este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nEle crêem receberão o perdão dos pecados pelo Seu nome" (Atos 10:43). Escreveu, também, em sua epístola, "Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas" (I Pedro 1: 9).

Uma vez que a fé pode ser definida como crença, confiança e esperança, vemos que o indivíduo quando crê em Jesus é necessário também que confie completamente sua vida a Cristo, então é perdoado por todos os seus pecados e limpo deles. Assim, nos tornamos mais que vencedores "Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou". (Romanos 8:37) e passamos a ter esperança no nosso futuro espiritual e almejar estar com Deus um dia. "Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho". (Apocalipse 21:7).

Podemos concluir perguntando ao leitor se ele já experimentou o perdão de seus pecados e a segurança da salvação resultante da fé em um Salvador Perfeito?
Você professa seguir Pedro e ainda procura salvação na igreja, na comunidade, ou nas boas obras?

É necessário que você, caro leitor, se arrependa de todas as obras imperfeitas com as quais você esperava agradar a Deus e olhe para Cristo, cuja morte no calvário foi o único pagamento pelo pecado. Cristo foi o último Cordeiro a ser sacrificado pelos pecados.

Receba pela fé a justiça de Cristo, o Único que pode tornar você aceito diante de Deus. A fé verdadeira leva o homem a servir a Deus em amor, em vez de medo. A fé verdadeira torna o céu um destino certo e leva-nos a ver Deus como nosso pai, não como juiz.

Que Deus possa te conceder graça para obedecer os ensinamentos de Pedro
olhando para o Senhor Jesus Cristo ainda hoje!

Pastor Ron Crisp - Palavra Prudente Editoração: Calvin Gardner

Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

"Romanos 8:37-39"

Estudos Bíblicos Fonte de Vida Eterna