Existe o Inferno?

Não Fique em Confusão

Conversavam alguns amigos, e um deles perguntou:

"Existe inferno?"
"Claro que existe", respondeu um colega, "é para lá que irão os meus inimigos ao morrerem".
"Nada disso" retrucou outro, "inferno, já o temos neste mundo; nós pagamos por nossos pecados aqui mesmo, com tantas tristezas e lutas que temos!"
"O inferno tem que existir", afirmou um terceiro.
"Alguns só se endireitam pelo medo do castigo!" "Só de pensar num lugar com fogo queimando e ardendo o tempo todo, com os pecadores sofrendo ali por toda a eternidade, faz a gente se arrepiar da cabeça aos pés", ajuntou um quarto amigo.
"Vejam bem, colegas, interrompeu o quarto - vocês todos são antiquados. Nada de inferno, nem de castigo. Neste século iluminado, chegamos à conclusão: Deus é amor e Ele nunca irá castigar alguém".
"Parece", disse finalmente o primeiro, "que cada um de vocês tem suas próprias opiniões a respeito do assunto. Acho melhor eu ir buscar uma autoridade mais competente do que simplesmente opiniões".

Vejam, seis homens - cada um com opiniões diferentes sobre o assunto. Por que? Porque nenhum deles se preocupou em buscar a resposta no local mais indicado, nas Escrituras Sagradas, na Bíblia que é a Palavra de Deus. Busquemos no Livro de Deus a resposta sobre o inferno e o castigo dos ímpios.


Para os Batistas:

As almas dos maus, aqueles que não encontrarem em Jesus a salvação prometida, vão diretamente para o inferno ao morrerem, passando a sofrer também o castigo eterno, ( Apocalipse 14:10-11; Apocalipse 14:15; Apocalipse 19:20; Apocalipse 20:10 ), e também afirmado por Cristo em Apocalipse 21:8.

As almas dos salvos por Cristo, que são os agraciados de Deus vão para o céu, para a vida eterna, reinar com Jesus Cristo.

Algumas denominações crêem desta forma:

A alma imaterial não existe, mas os mortos ressuscitarão no dia do julgamento divino, indo os bons para o céu.

Os maus sendo lançados no lago de fogo, para serem consumidos, porém não havendo um castigo sem fim, o que não poderia coincidir com a imagem de um Deus justo.

Os perdidos morrem e suas almas imateriais vão diretamente para o inferno, padecer eternamente.

Os outros vão para um outro lugar, denominado "purgatório", onde sofrerão até pagar os pecados, indo a seguir para o céu.

Outros têm apenas a idéia de um lugar de tormento, pregado por algumas denominações.

A crença Popular:

Ensina que quando uma pessoa morre, se foi boa, se fez boas obras, vai para o Paraíso; se foi má, e só praticou o mal, vai para o Inferno.

Para alguns cientistas:

Utilizando-se da parábola do "Rico e Lázaro" ( Lucas 16:19-31 ), que apresenta o rico em tormentos e o Lázaro feliz no seio de Abraão, foi um dos principais textos a sustentar a teoria de que o homem tem uma alma imortal, que sai do corpo após a morte e vai para o céu ou para o inferno, e posteriormente lançado no "lago de fogo" segundo a visão de João no Apocalipse.

Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.

"Apocalipse 21:8"

A Realidade do Inferno e do Lago de Fogo Os Habitantes do Inferno e do Lago de Fogo