Desculpe, Foi Engano

Era uma vez um rapaz que tinha muitos problemas, como todos nós temos. Constantemente, em suas preces, ele pedia que Jesus viesse visitá-lo no seu sofrimento "Sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém for temente a Deus, e fizer a sua vontade, a esse ele ouve". (João 9:31), mas o intuito deste rapaz era realmente se arrepender e, "Jesus que é Onipotente e Onipresente, já sabia disto".
Um dia, Jesus bateu a sua porta. O rapaz maravilhado nem conseguia acreditar no que estava acontecendo, rapidamente convidou-o a entrar, e Jesus entrou e sentou-se no sofá da sala.

Na mesinha de centro encontrava-se uma Bíblia aberta no Salmo 91, costume de muitos que acham que isto resolverá seus problemas. Bíblia aberta em uma única página sem seu manuseio, sem a devida leitura, a única coisa que realmente pode acontecer é ela ficar amarelada com o tempo.

Numa das paredes estava pendurado um bordado com o Salmo 23 e na outra um quadro da santa ceia. O cristão após ter se convertido, mostra sinais como estes. "Senhor Jesus", disse o jovem, "em primeiro lugar gostaria de dizer que é uma honra recebê-lo em minha casa, conforme o Senhor deve saber, estou passando por algumas dificuldades e preciso muito da Sua ajuda..."
Vemos aqui, que este rapaz agiu exatamente como a maioria das pessoas do mundo. Passam a maior parte de seu tempo vivendo pelo seu próprio conhecimento e saber, esquecem de Deus e, nas suas horas de aflições e angústias se lembram de chamá-Lo.

Mas Jesus, muito sábio, como podemos verificar na Palavrade Deus, interrompeu o jovem e disse: "Filho", "antes de conversarmos sobre os seus pedidos, embora conheça suas necessidades, gostaria de primeiro conhecer sua casa". "Onde é o lugar que você dorme?".

No mesmo instante o rapaz se lembrou que guardava, no quarto, umas revistas terríveis e se apressou em dar uma desculpa: "Não, Jesus, lá não! Meu quarto não está arrumado!"

"Bem", disse Jesus, "e a cozinha, posso conhecer sua cozinha?" O rapaz lembrou que na cozinha havia algumas garrafas de bebida que ele não gostaria que Jesus visse. "Senhor, desculpe, mas prefiro que não", respondeu o rapaz, "a minha cozinha está vazia, não tenho nada de bom para oferecê-lo". Neste instante, um barulho forte interrompe a conversa. Pam, pam, pam...! Era alguém que batia furiosamente na porta, o rapaz se levantou, assustado, e foi ver quem era. Abriu a porta meio desconfiado, e viu que era o diabo. "Sai da frente que eu quero entrar!", gritou o tentador. "De jeito nenhum", respondeu o rapaz, e assim começou a batalha. Com muita dificuldade o rapaz conseguiu empurrar o diabo e fechar a porta.

Cansado, o jovem voltou para sala e continuou: "Então, Jesus", disse ele, "como eu estava falando com o Senhor, estou precisando de tantas coisas..." Mas, outra vez a conversa é interrompida por um barulho forte que vinha da janela do quarto. O rapaz correu para ver quem era e ao abri-la se deparou, novamente, com o diabo: "Agora não tem jeito, eu vou entrar!", disse o inimigo. Mais uma vez o rapaz se debateu com ele e conseguiu trancar a janela.

"Senhor", disse ele, "desculpe a interrupção, conforme lhe dizia..." Outra vez, dos fundos da casa, se ouvia tamanho barulho como se alguém quisesse arrombar a porta, era novamente o diabo: "Eu quero entrar!" O rapaz, já exausto, lutou com ele e conseguiu mantê-lo do lado de fora.

Ao voltar, contrariado, disse a Jesus: "Eu não entendo. O Senhor está na minha casa e por que o diabo fica insistindo em entrar?" "Por que ele não me deixa em paz, vive me perseguindo?"

"Sabe o que é meu filho", explicou Jesus, "é que na sua casa você só me deu a sala".

O rapaz humildemente entendeu a lição de Jesus e se arrependendo de todos os seus pecados, reconhecendo que era realmente um pecador falido, fez uma faxina na casa para entregá-la aos cuidados do Senhor.

Neste instante, o diabo bateu mais uma vez à porta. O rapaz olhou para Jesus sem entender, e o Senhor disse: "Deixe que eu vou atender". Quando o diabo viu que era Jesus, que atendia a porta, disse: "Desculpe, foi engano", e sumiu velozmente.

Muitas vezes, é assim que acontece com o nosso coração. Entregamos a Cristo Jesus somente uma parte dele, apenas a sala, ficando as dúvidas a morar no quarto, o acaso na cozinha, o medo na varanda, então batalhamos, lutamos, oramos e não vencemos mas porque? Ora, a resposta é simples: A casa está dividida. Acontece também com aquele cristão que quer se deixar levar pela carne... um pé no mundo e outro na igreja com Jesus, certamente terá muitas provações, e suas orações não serão respondidas.

A Palavra de Deus diz que:
Os olhos do Senhor estão em todo lugar, vigiando os maus e os bons. (Provérbios 15:3).
Porque os caminhos do homem estão diante dos olhos do Senhor,
o qual observa todas as suas veredas. (Provérbios 5:21).
Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor. (Salmos 34:15).


Medite nisso!
Se você leu esta mensagem: "Desculpe, não foi engano...", mas...
Se leu e acha que não é para você, então: "Desculpe, foi engano..."

A riqueza adquirida às pressas diminuira; mas quem a ajunta pouco a pouco terá aumento.

"Provérvios 13:11"

Mensagens Bíblicas Deus é Bom, Deus é Amor Antes e Depois