Os Mais Fracos e Doentes

Existe uma teoria que diz que quando uma manada de búfalos é caçada pelos seus predadores, são os búfalos mais fracos e lentos, em geral doentes, que estão atrás do rebanho é que são mortos primeiro.

De certa forma, essa seleção natural é boa para a manada como um todo, porque aumenta a velocidade média e a saúde de todo o rebanho pela matança regular dos seus membros mais fracos.

O cérebro humano, de uma forma muito parecida, somente pode operar na mesma velocidade que seus neurônios mais lentos.

Baseado nestas teorias científicas, farei uma colocação muito especial com relação a uma igreja no geral. A igreja não é o templo, onde são oferecidos cultos de louvor a Deus, na verdade a igreja é senão o composto de cada um de seus membros, os irmãos em Cristo. "Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação". (Romanos 12:4), da mesma forma é a igreja. Já imaginou "Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato"? (I Coríntios 12:17).

Ora se temos na igreja, muitos irmãos, certamente então temos todo o tipo de cristão; Existem os mais fortes, os mais fracos, os doentes e também aqueles que são mais vagarosos. "Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários". (I Coríntios 12:22).

Devemos, pelo amor que temos em Jesus, saber que a função de cada um é olhar pelo seu próximo. Precisamos avaliar e estarmos atentos aos nossos irmãos. Por que faço essa colocação? Ora, se estivermos sempre preocupados com o nosso próximo, estaremos certos de qual deles é o mais fraco e aquele que está doente, não na carne, mas na fé. Precisamos cumprir o que diz a Palavra de Deus, ajudar uns aos outros para que não caiam e os que já estiverem caídos para que o ajudemos a se levantar. "Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns". (I Coríntios 9:22). "Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos". (Romanos 15:1).

Não devemos fazer como diz a ciência, melhor que o mais fraco morra (caia) para que os outros não caiam também. Esse tipo de juízo só pertence a Deus. Assim como Ele fez na época de Moises com o povo no deserto. Aqueles que não queriam agradar ao Senhor e viviam pelo seu próprio coração, Deus os puniu. "Mas Deus não se agradou da maior parte deles, por isso foram prostrados no deserto". (I Coríntios 10:5).

Nosso dever é amar, não só aos nossos irmãos em Cristo, mas principalmente os ímpios, aqueles que ainda não creram no nome que está sobre todo o nome, Jesus Cristo, Salvador nosso. "Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome". (Filipenses 2:9).

Observa os meus mandamentos e vive; guarda a minha lei, como a menina dos teus olhos. Ata-os aos teus dedos, escreve-os na tábua do teu coração.

"Provérbios 7:2-3"

Mensagens Bíblicas O Mapa Romano Para o Céu