O Peixe e a Minhoca

O Peixe e a Minhoca

Conta-se a história de um peixe que nadava sossegado no fundo de um rio. Qual não foi a sua surpresa quando uma minhoca muito atraente apareceu de repente à sua frente. "Minhocas não nadam" pensou ele. Mesmo sabendo disto, atraído pelo movimento da minhoca o senhor peixe resolveu abocanhá-la. E num pulo só, vupt, a minhoca estava na sua boca.

"Ui! O que é isto?" pensou o peixe ao sentir alguma coisa espetar a sua boca. Então percebeu que era um anzol e este havia fisgado sua boca. Desesperado o peixe falou: "Como pode uma minhoca tão gostosa vir acompanhada por um anzol !".

Não há como não tirarmos uma lição desta história para as nossas vidas. O peixe abocanhou a minhoca, que aos seus olhos parecia apetitosa, mas descobriu que estava com a boca cheia de morte. O pecado é assim na nossa vida! Ele se disfarça de diversas maneiras, ele surge todo colorido e faz com que sejamos enganados pelas suas belas cores. Perante a Bíblia, devemos ter um modo de andar agradável e santo perante Deus. "Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo". (I Pedro 1:16).

Nós homens devemos ter olhos para nossas esposas e as esposas para os vossos maridos, pois assim como a minhoca parecia apetitosa ao peixe, certamente você será enganado(a) se der lugar à carne, no que concerne às mulheres (homens) estranhas(os). "Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais suave do que o azeite". (Provérbios 5:3).

Devemos nos precaver aos laços que o inimigo coloca à nossa frente ou à nossa volta e não dar lugar; a Bíblia nos adverte "Não deis lugar ao diabo". (Efésios 4:27).

A justiça dos retos os livra; mas os traiçoeiros são apanhados nas, suas próprias cobiças. Morrendo o ímpio, perece a sua esperança; e a expectativa da iniqüidade.

"Provérbios 11:6-7"

Mensagens Bíblicas Plantio e Colheita