As Quatro Estações

Todos sabemos que são 4 as estações do ano; Primavera, Verão, Outono e Inverno. Outra coisa que não podemos negar falta de conhecimento é que em todas estas estações existe uma grande variedade de frutos para se comer. Ainda que haja alguns frutos que só dão na Primavera, mas sempre existem outros que dão no Verão. A maior qualidade de um cristão é sempre dar frutos. A Bíblia nos diz que "... a fé sem obras é morta". (Tiago 2:26).

Alguém alguma vez já plantou achando que não daria frutos? Acredito que não! E assim fez Deus com cada um de nós, Ele nos salvou para darmos frutos. Pode notar que na Bíblia, o cristão é sempre comparado, por Deus, com uvas; que é uma fruta bastante conhecida, mas não muito fácil de cultivar. "Eu mesmo te plantei como vide excelente, uma semente inteiramente fiel; como, pois, te tornaste para mim uma planta degenerada como vide estranha?" (Jeremias 2:21).

Perceba nesta passagem ( Isaías 5:1-4 ), o trabalho que dá cuidar de uma parreira de uvas: "cercar, limpar, escolher as melhores para o plantio, edificar uma torre e construir um lagar"; Mas, as vezes, não é suficiente como no caso aqui demonstrado! O que será que faltou? O vinhateiro fez tudo o que podia para a vinha e esperava que excelentes uvas nascessem, mas aconteceu ao contrário deu uvas bravas.

Deus tem limpado nossa vida, mas quando O ouvimos e O aceitamos. Alguns chegam a Jesus com 9 anos de idade, outros com 40, não importa! O que importa é que todos cheguem a Ele. Deus tem olhado para o meu e também para o seu coração, e que frutos estamos dando? Depois de notar que a parreira de uvas não tinha valor, o agricultor disse para que manter esta plantação? Vou tirar sua sebe, ou seja, sua cerca de proteção e derrubar seus muros e deixar que vire pasto. "Agora, pois, vos farei saber o que eu hei de fazer à minha vinha: tirarei a sua sebe, para que sirva de pasto; derrubarei a sua parede, para que seja pisada". (Isaías 5:5). Da mesma forma, estamos sujeitos a perder a proteção de Deus se não damos frutos.

Já pensou a vida de um crente deserta? Tentando preencher o vazio de sua vida com costuma fazer o mundo! "E a tornarei em deserto; não será podada nem cavada; porém crescerão nela sarças e espinheiros; e às nuvens darei ordem que não derramem chuva sobre ela. Porque a vinha do Senhor dos Exércitos é a casa de Israel, e os homens de Judá são a planta das suas delícias; e esperou que exercesse juízo, e eis aqui opressão; justiça, e eis aqui clamor". (Isaías 5:6-7). Para alguns tanto faz ir à Igreja como não! E quando vai acha que já fez demais. Quando participa de algum trabalho, um batismo ou uma visita, ou quando traz um visitante para a Igreja, acaba até se vangloriando ao do lado... "Ta vendo eu trouxe 5 visitantes", e, o irmãozinho que ouve isto, muitas vezes já trouxe muito mais que ele só pelo com seu testemunho.

Deus deixa que criemos sarça e espinhos se não fazemos nada. Passamos a ter uma vida atribulada. Existem alguns que dão um cacho de uva por ano e ainda pensam que estão fazendo demais. A alma que depender desse cacho de uva, morre de fome!

Vemos na Palavra de Deus que Jesus procurou figos numa figueira, embora não sendo época de figos, e nada achando nela, amaldiçoou-a. "E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto". (Marcos 11:13-14). Então isso significa que o cristão tem que dar frutos somente em uma época? Ou devemos dar frutos nas quatro estações do ano? Certamente que sim! Dê pouco fruto, mas dê algum! "E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um". (Marcos 4:20). Essa figueira, além de não dar frutos, só tinha folhas; Da mesma forma que muitos crentes: "bonitos por fora e feios por dentro"; Só têm folhas! Só vivem de aparência achando que está tudo bem. Quando Deus permite que algo aconteça na vida destes, como uma doença, perda do emprego, pode ser uma provação, mas será que já não perderam sua sebe?

Na parábola em que um certo homem tinha uma figueira em sua vinha, disse: "E, se der fruto, ficará e, se não, depois a mandarás cortar". (Lucas 13:9). Significa que quando não produzimos os frutos esperados, somos cortados. Crentes sem paz! Existem muitos! E como é que isso acontece? Ora, quando este simplesmente para de dar frutos: Uma vez por semana na Igreja, não lê a Bíblia, não ora, não dá bom testemunho, e por aí vai.

Jesus nos dá uma receita infalível para sermos uma boa videira:
"Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador" (João 15:1). Jesus disse isso de Si próprio "Videira Verdadeira", pois realmente O era. Cristo foi o único justo. "Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto". (João 15:2). Quem são os ramos, as varas? Claro que somos nós os cristãos já convertidos! Mas, qualquer pessoa pode ser tornar uma vara? Sim, basta de converter a Jesus! O cristão pode se considerar parte dessa videira por causa da nossa salvação.

Jesus tem nos limpado, Ele tem tirado as folhas velhas, podado os galhos secos, mas isso é para continuarmos dando frutos. E como é que somos limpos? Ele tem feito isso conosco pela Bíblia. "Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado". (João 15:3). Mas, precisamos colocar em prática na nossa vida.

Quem está em Cristo dá frutos. "Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim". (João 15:4). Isso é natural do cristão! Do mesmo modo que Tiago fala: "Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce". (Tiago 3:12), pode também o cristão não dar seu fruto?

Se Jesus é a videira e nós seus ramos, então não podemos, de forma alguma, sobreviver sem Cristo. "Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer". (João 15:5). Se algo de bom nós conseguimos fazer, é porque Cristo é bom e sem Ele nada, realmente, podemos fazer! Por acaso, alguém já viu, ouviu falar ou comeu uma bela jaca, crescida de um galho separado da árvore? Acredito que não! Isso é impossível.

Limitar frutos: Justiça e santidade são o mínimo aceitável do crente, mas não é o suficiente. Você sabia que quando limitamos nossos frutos, Deus pode também limitar suas bênçãos? Sabe por que? Sabemos que Deus é amor, "... porque Deus é amor". (I João 4:8), mas também é Justiça! "Justiça e juízo são a base do teu trono...". (Salmos 89:14). Precisamos fazer mais: Pregar o Evangelho, visitar, ajudar os outros, amar. Dar frutos pode não ser tão sacrifical como muitos pensam, pode ser muito mais simples do que parece. Não é necessário distribuir 1.000.000 de folhetos, basta que falemos de Cristo aos nossos vizinhos, pra começar! Dar bom testemunho, principalmente, em casa se lá ainda existe algum incrédulo, seja ele seu pai, sua mão ou se irmão. Não é necessário ser um verdadeiro evangelista nem mesmo um grande pregador, basta falar de Jesus.

Um irmão, ao iniciar o Culto de Oração no dia 28/07/04, comentou: "Estou sentindo a falta de muitos irmãos hoje; será que é coincidência ou é porque o pastor está ausente" e acrescentou: "Espero realmente que seja coincidência" e, na hora da pregação, o pregador comentou: "O pastor viajou e levou Deus com ele, e agora, a quem serviremos?". Não vá a Igreja por obrigação, por causa de um irmão que prega bem ou do pastor, vá por Jesus. "Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?" (I Coríntios 1:13). Independentemente destes o Senhor estará lá.

Existem três tipos de varas:
- A vara que não produz nenhum tipo de fruto. Esse tipo todos conhece.
- A vara que produz para manter a aparência, ou para que o pastor não pegue no seu pé. Essa começa a orar todas as vezes que recebe a visita do pastor; "Será que fiz algo errado?". Ou ainda por quer aparecer: "Eu quero um bom cargo na Igreja" E quem foi que disse que mostrar aos outros o que fazemos para Deus? Ou que galardão terá este? Temos que fazer, sim, mas fazer em louvor ao Senhor!
- E a vara que dá muitos frutos. Essa não está preocupada com o galardão na boca dos irmãos; quem está olhando. Está, sim, preocupada em agradar a Deus.

Se não estivermos com Jesus, ou seja, se não estivermos ligado ao tronco da videira, como um ramo, então ficaremos secos e seremos lançados no fogo. "Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem". (João 15:6). Não há como um cristão não estar em Jesus. E se estamos, porque não damos frutos? Ainda que estejamos dando poucos frutos, estamos sendo limpos pela Palavra e por que não melhoramos?

Praticar o amor de Deus é dar fruto. "O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei". (João 15:12). O escravo ama por exigência, obrigação e muitas vezes por medo do seu senhor, mas o crente amigo, ama como Cristo amou. "Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando". (João 15:13-14). Por isso, se obedecemos aos mandamentos de Cristo, Ele se torna nosso amigo.

O servo não sabe da vida do seu senhor, mas nós conhecemos a Palavra de Deus e se não queremos ser guiados, como é que podemos saber se Deus está agindo em nossa vida? "Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer". (João 15:15).

Sabemos que "Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus". (Romanos 3:11), mas Jesus nos nomeou para que déssemos frutos, mas frutos que durem e permaneça até a volta de Cristo ou até a nossa partida dessa terra e lá, das mãos do Senhor, recebermos nossos galardões.

Irmãos; vamos olhar para nossas vidas e nos perguntar: "Que fruto tenho dado?"; "O que tenho feito no meu dia-a-dia?"; "O senhor está feliz comigo?". Pare de julgar; Deixe de olhar para o erro do seu irmão e olhe para si mesmo tendo como alvo, Jesus. "Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão". (II João 1:8).

Nós ainda conseguimos perceber o que é fruto? Talvez sejamos ainda um galho separado da árvore. Só há uma maneira de percebermos a presença de Deus em nós, é quando damos frutos. Só assim Ele é glorificado. Jamais diga: "Jesus mudou a minha vida" se você não dá frutos; Isso é mau testemunho!

Decerto o homem mau não ficará sem castigo; porém a descendência dos justos será livre.

"Provérbios 11:21"

Mensagens Bíblicas Que Diferença Fará Daqui a 100 Anos?