Saudades de um Velhinho

Recebi um e-mail do meu irmão Gilberto e converti-as nestes versos [minha homenagem], fazendo assim de suas palavras, minhas palavras".

Escrever... Quero! Não sei bem o que, pra ser sincero!
Da saudade de um velhinho que meu coração reclama,
Saudade daquele que em 01/05/98, Jesus levou, e esta inflama.
Ah saudade! Tão grande quanto a distancia que a nós separa.

Aquele velhinho que tarde do trabalho a chegar.
Horas a fio a viajar, nas mãos um saco de pipocas a carregar,
Amor sincero, todos as noites a oferecer;
De suas boas ações, mal poderia saber que eu um dia iria me recordar,
Quando, com Jesus, ele desta vida fosse descansar.

Sempre pacífico, com sua dor, sua tristeza e suas vontades a esconder.
Quando daqui estava partindo descobri as coisas que ele gostaria de ter,
Mas não teve, pois sua família estava sempre em primeiro lugar.
Sempre de tudo abrindo mão, nunca com seus gostos se preocupar.

Por isso, sinto esta noite imensa vontade de gritar,
De correndo, sem rumo, por aí sair para meu coração aliviar,
Sinto que minha alma está inquieta então fico a raciocinar,
Mal sabia aquele Senhor o quanto para mim poderia representar,
Mal sabia ele, eu acredito, o quanto eu o amava e ainda poderia amar.

Esse senhor magro; cabelo preto e grisalho e com sorriso a dobrar,
Para mim é um vencedor, é um herói. Isso não tem como duvidar!
Esse doce velhinho, meu grande Pai, é dele que estou a falar,
Um grande homem... Que se foi pra nunca mais voltar.

Enquanto a escrever, e ao telefone atender, era minha mãe a me ligar,
E estando nós sobre a vida discorrer e sobre tudo conversar,
Uma frase se adiantou em me dizer, E eu atenção nela fui prestar,
"Corre... Corre... Mas nunca vai chegar. Por que não um pouco parar para viver,
Pois a vida passa rápido como um entardecer, por que não a ela apreciar?".


Ao meu querido pai!


Se você tem um pai ou mãe, ame-o (a) agora,
talvez você não venha a respeito escrever,
mas amanhã, certamente ele (a) irá embora,
e sem dúvida como me sinto, com você vai suceder.

Borges o Servo! Grupo Embras

A bênção do Senhor é que enriquece; e ele não a faz seguir de dor alguma.

"Provérbios 10:22"

Mensagens Bíblicas Salmos 23