O Sobrevivente do Naufrágio

Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter conseguido se agarrar à parte dos destroços para poder ficar boiando.
Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha desabitada e fora de qualquer rota de navegação, e ele agradeceu novamente.
Com muita dificuldade e restos de destroços ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva, de animais e para guardar seus poucos pertences, e como sempre agradeceu a Deus.
Nos dias seguintes a cada alimento que conseguia caçar ou colher, ele agradecia. No entanto um dia quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o seu abrigo em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça.
Terrivelmente desesperado ele se revoltou, gritava e chorava:

"- O pior aconteceu! Perdi tudo! Deus porque fizeste isso comigo?"

Chorou tanto que adormeceu, profundamente cansado. No dia seguinte bem cedo, foi despertado pelo som de um navio que se aproximava...

"- Viemos resgatá-lo." Disseram.

"- Como souberam que eu estava aqui?"

"- Nós vimos o seu sinal de fumaça!".

É comum nos sentirmos desencorajados quando as coisas vão mal. Por qualquer problema que surge em nossas vidas nos desesperamos. Mas Deus age em nosso beneficio, Deus está sempre pronto a nos auxiliar, principalmente, nos momentos de dor e sofrimento.
Lembre-se: Se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você a Graça Divina para cada pensamento negativo nosso Deus tem uma resposta positiva.

Nas horas mais difíceis é que devemos nos humilhar perante Deus em oração, e certamente, Ele nos ouvirá e enxugará nossas lágrimas.
Claro que os comentários acima, são mais propícios aos cristãos. Porque um cristão? Ora, porque o crente depois que se converte, passa a fazer a vontade de Deus por meio de Jesus, assim recebemos aquilo que Deus acha que merecemos. Deus diz em Sua Palavra, a Bíblia, que não ouve a pecadores. "Sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém for temente a Deus, e fizer a sua vontade, a esse ele ouve". (João 9:31).

Embora nós, crentes sejamos pecadores também, mas há uma diferença primordial... Não vivemos no pecado e tentamos ao máximo fazer a Sua vontade, ao contrário daqueles que se esquecem de Deus e, sequer sentem qualquer culpa por conviverem com o pecado. "Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus". (I João 3:9). "Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia". (I João 3:4).

O cristão, passou a ser filho legítimos de Deus e não apenas uma de suas criaturas. "Vede que grande amor nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus; e nós o somos. Por isso o mundo não nos conhece; porque não conheceu a ele". (I João 3:1). "Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem o que não ama a seu irmão". (I João 3:10).

E como nos tornar um filho de Deus? É necessário nascer de novo, não da maneira como conhecemos, pela carne, do ventre da mãe, mas do Espírito Santo de Deus. "Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo." (João 3:7). Jesus mesmo nos diz que sem um novo nascimento jamais veremos o Reino dos Céus. "Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus". (João 3:3).

E para sermos filhos de Deus o que é necessário? Bem, é preciso antes de tudo ouvir a Palavra de Deus, pois a fé vem pelo ouvir. "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus". (Romanos 10:17). Quando já adquirimos a fé necessária temos condições, com a ajuda do Espírito Santo de Deus, a crer em Jesus. "Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus". (Gálatas 3:26). "Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus". (João 1:12).

Quando cremos em Jesus verdadeiramente, e O aceitamos de todo o nosso coração como nosso Salvador e deixamos Cristo ser o Senhor de nossas vidas, passamos a fazer parte do da família de Deus e, recebemos também a vida eterna. "Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida". (João 5:24). Veja também (João 3:16-18).

E por que tudo isso nos é dado? Deus, antes de tudo ser criado por Ele, já havia pensado em nós, já havia nos amado. "Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro". (I João 4:19). Através desse grande amor que Deus tem por nós e que Ele planejou a nossa salvação. Deus nos ofereceu, pela livre escolha, recebermos ou não seu Filho pela Sua Graça. "Mas cremos que somos salvos pela graça do Senhor Jesus, do mesmo modo que eles também". (Atos 15:11). "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus". (Efésios 2:8).

Agora, meu amigo, você consegue perceber como o Verdadeiro Evangelho é puro e simples. Creu, está salvo, o dom de Deus, a Graça... Não acreditou, está condenado.

O homem de bem alcançará o favor do Senhor; mas ao homem de perversos desígnios ele condenará.

"Provérbios 12:2"

Mensagens Bíblicas As Pequenas Árvores e Seus Sonhos