Verdades e Mentiras

"Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo". (I João 4:1). Existem muitas verdades e mentiras. Notemos que aqui neste versículo não está falando de espiritismo, mas de coisas e pessoas. Já naquele tempo havia muitos falsos profetas e hoje mais ainda. Algum muito bem falsificado e outros mal falsificados.

Você tem o dever, não só a você mesmo, mas também a Deus, de verificar se o que você ouve vem realmente de Deus, se é real, se é verdade.

Muitos dizem ter fé, mas sequer sabem o que é a fé. A fé verdadeira não pertence aos homens, ela vem de Jesus que é seu criador. "Fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe está proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à direita do trono de Deus". (Hebreus 12:2).

Os falsos mestres só existem porque existem pessoas que querem ser enganadas, pessoas que querem ser levadas por heresias que são as falsas doutrinas e os falsos pensamentos, e pessoas que não querem pensar nas coisas que são do céu. "Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra". (Colossenses 3:2).

Um falsificador de qualquer coisa sempre almeja aprimorar seu trabalho para ficar quase perfeito tal como os falsificadores de dinheiro, por exemplo, que todos pegam e utilizam e muitos não reconhecem a diferença entre um verdadeiro e um falso.
O que temos que ver numa cédula para saber se é verdadeira ou falsa? – A marca d’água, as marcas BC dentro do número, o número de série, a cor, o tipo de papel, a efígie, o símbolo da bandeira, o brasão. - São muitos os detalhes que podemos comparar.
Os falsificadores do Evangelho de Jesus são a mesma coisa, estão se aprofundando e melhorando suas farsas a cada dia, e o que temos que fazer para reconhecer o verdadeiro Evangelho? Jesus, como sempre, tem a resposta: "Respondeu-lhes Jesus: Porventura não errais vós em razão de não compreenderdes as Escrituras nem o poder de Deus?" (Marcos 12:24). "Examinai tudo e retende o que é bom" (Tessalonicenses 5:21).

Outra forma de comparar: Na nota de R$ 5,00 tem uma garça não um beija-flor; na de R$ 100,00 um peixe e na Palavra de Deus temos a figura de Jesus sendo glorificada ou a do homem? Na Bíblia encontramos: O sangue de Cristo derramado para nos salvar, o pecador, o diabo, o inferno, a salvação pela graça, o Dom de Deus. Cristo tem que ser glorificado não o pastor ou o homem. Não devemos fazer propaganda do Evangelho e sim pregá-lo.

Um outro exemplo: Há uma propaganda da televisão da gasolina falsa; os frentistas fazem "muito barulho" para iludir o consumidor e este não perceber a adulteração. Não feche os olhos e deixe colocarem combustível espiritual falso em sua vida. Isso, sem dúvida, será prejudicial aqui nesta vida e muito mais ainda na sua eternidade. "Compra a verdade, e não a vendas; sim, a sabedoria, a disciplina, e o entendimento". (Provérbios 23:23).

Como é que podemos distinguir se um espírito (pessoa) é de Deus ou não? Se disser que Jesus é o Filho de Deus é verdadeiro, mas se disser ao contrário, é falso. "Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus e todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus; mas é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir; e agora já está no mundo". (I João 4:2-3).
Mas precisamos tomar cuidados, pois a diferença está em como eles vêm se aprimorando e se tornando cada vez mais mestres em falsificar que, muitas vezes, até mesmo afirmam que Jesus é o Filho de Deus. Jesus é muito conhecido por todo o mundo e não precisa de propaganda. Vemos no rádio, na TV, na Internet que muito se fala de Deus, de Jesus e do Evangelho, mas precisamos avaliar se está de acordo com a Palavra de Deus. O Diabo, muitas vezes, pode estar por trás de tudo. Tal como o falsário de dinheiro, também Satanás aplica sua química e adultera o original transformando-o em falso. "Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira". (João 8:44).

Existem muitas pessoas que pensam estar seguindo ao Senhor deixando se convencer por tais falsos mestres e acabam se convencendo com algumas mentiras. Por exemplo, alguns entendem: "Se eu der uma oferta de um certo valor a Deus, receberei dEle 3 ou 4 vezes o valor que dei. Eu faço outra coisa e Ele oferece cura para minhas doenças, e ainda se eu fizer qualquer outra coisa para Deus, Ele me tornará próspero". Isso é tudo bobagem! Se fosse realmente uma verdade objetiva e Bíblica, na passagem do jovem que além de rico era também religioso e dizia guardar os mandamentos de Deus, mas tinha seu coração no dinheiro e "Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me". (Mateus 19:21; Mateus 13:44; Marcos 10:21 e Lucas 18:22), veja se Jesus, que é Deus, quisesse seu dinheiro ou se estivesse oferecendo dinheiro a alguém, por que diria o que disse ao jovem?
De uma vez por todas, temos que entender que Deus é Deus e não precisa de nós. Deus não é um negociador barato que passa o tempo fazendo câmbio. Nós é que necessitamos de Deus e dependemos da Sua graça apenas para permanecermos vivos. Ao invés de estarmos agradecendo estamos querendo convencê-Lo que somos bonzinhos e merecemos receber algo em troca da nossa obediência. Deus olhou para a terra e viu que não existem pessoas boas "Como está escrito: Não há justo, nem sequer um". (Romanos 3:10), então o que é que estamos querendo?

O Evangelho que Jesus pregava "... O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho". (Marcos 1:15), tal como muitos profetas e homens de Deus como Ezequiel, Jeremias, João Batista e os apóstolos continuaram a pregar e é o mesmo que as igrejas verdadeiras pregam atualmente. Trata-se de um Evangelho de arrependimento de pecados e vida eterna "Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê tem a vida eterna". (João 6:47). Deus não quer que nenhum homem morra sem se converter, pois sabe que a eternidade que o espera é terrível. "Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor Deus, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas sim em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que morrereis, ó casa de Israel?" (Ezequiel 33:11).

Ao contrário do que os falsos profetas e muitas igrejas pregam: paz, amor, riqueza, prosperidade, cura, bens matérias tal como carros e casas, mas não passam de falsidades e heresias. "Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores". (Mateus 7:15). Nada disso foi prometido por Jesus. Ele nada possuía de bens matérias e nos ofereceu espada e uma vida de lutas e tribulações. "Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (João 16:33). A verdadeira paz e o sincero amor estão somente em Jesus, basta acreditar. Tudo que Jesus tinha era emprestado, e por que os cristãos querem ser diferentes do mestre? Se quisermos ter a imagem e semelhança de Jesus e O queremos seguir, andar por onde Ele andou, também nisso devemos ser iguais. "Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça". (Lucas 9:58; Mateus 8:20).

Precisamos entender a exortação de João: "Filhinhos, vós sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo". (I João 4:4). Para sermos realmente de Deus é necessário entendermos que sem aceitar a Jesus como nosso Salvador e Senhor é impossível salvar nossas almas do inferno "Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma". (Hebreus 10:39) e que temos uma cruz a carregar, não literalmente nas costas, como alguns costumam fazer, mas com relação às tribulações e adversidades que enfrentamos em nosso dia a dia, Jesus disse: "E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á. Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou". (Mateus 10:38-40).

E para os falsos que dizem falar e fazer tudo "em nome de Jesus", nós os verdadeiros cristãos temos dois motivos que nos consolam – primeiro de saber que "Eles são do mundo, por isso falam como quem é do mundo, e o mundo os ouve". (I João 4:5), e segundo o juízo do Deus, a Bíblia nos fala que no último dia... Que último dia? O dia em nós (todos, sem exceção. Os que se acham bons e também os maus) iremos nos apresentar perante o Senhor para a prestação de contas, pois sabemos que "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade". (Mateus 7:21-23).

Meu amigo, um conselho: Não aceite tudo o que vem em nome de Jesus, pois você pode estar recebendo algo para sua vida que não vem de Deus. "Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam; porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos". (Atos 17:30-31). Os falsos mestres não mostram essas verdades: "Você é pecador, você precisa se converter" "Você precisa se arrepender para se livrar do fogo eterno" "Você precisa ser salvo pela graça"; "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus". (Efésios 2:8). "Mas se é pela graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça". (Romanos 11:6).

Ora, depois de recebermos a Jesus como nosso Senhor e Salvador e pela graça, que é um Dom de Deus, estamos salvos, para sempre. Jamais perdemos nossa Salvação e nada nos pode afastar de Jesus. "Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor". (Romanos 8:38-39), então o que vier é lucro. Se Deus nos der um carro, prosperidade, amém. Se nos livrar de nossas doenças e nos der saúde, amém. Jesus fez muitos milagres e curou muitas pessoas. Esta era a maneira de o povo crer naquela época, grande prova foi Tomé. Hoje nós temos a Palavra de Deus, não há mais milagres. O que deveria ter sido feito já foi feito e tudo foi escrito na Bíblia para que pudéssemos crer. "Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. Jesus, na verdade, operou na presença de seus discípulos ainda muitos outros sinais que não estão escritos neste livro; estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome". (João 20:29-31). Da mesma forma, depois que Cristo ressuscitou, deu parte dos seus poderes aos apóstolos para que continuassem seu ministério (Marcos 16:17-18), mas no caso de Paulo a cura não aconteceu, mesmo sendo ele um cristão verdadeiro e fiel Jesus: "... disse: A minha graça te basta...". (II Coríntios 12:9). Não estou querendo, de forma alguma, dizer com isto que Deus com seu grande amor e Seu Amado Filho Jesus não nos pode curar, pelo contrário, mas para o cristão obter algo de Jesus – não importa o que seja – mas se for nas suas enfermidades, é necessário que o cristão saiba que deve orar ao Senhor pedindo pelo Seu auxílio, e também procurar um médico senão irá perecer, com certeza. E se for da vontade de Deus ficaremos curados. Mas se a morte chegar devemos dizer como Paulo um dia disse aos irmãos de Filipos: "Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro". (Filipenses 1:21).

Nos dias atuais está muito mais difícil falar do Evangelho de Cristo, pois as pessoas que ouvem uma pregação no rádio ou assistem a um programa evangélico na televisão ou foram a show de música Gospel acabam dizendo "eu já sou evangélico" e, sequer ouviram falar de Jesus. Sequer sabem o que significa seguir a Cristo, pois jamais O deixaram entrar em seus corações. Existem outros ainda que dizem "eu já tenho minha religião". Uma coisa é certa, se alguém pode dizer que é "evangélico" ou tem uma religião, sem dúvida pode também dizer como Paulo "Por esta razão sofro também estas coisas, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia". (II Timóteo 1:12) e não deve ter medo de ler ou ouvir as verdades da Bíblia.

"Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. Assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro". (I João 4:6). Não dá para misturar água com óleo, da mesma forma que não é possível misturar verdade com mentira. Não existe meia verdade! Se pegarmos um copo cheio de verdade e pingarmos uma gota de mentira, essa verdade deixou de ser verdade. Isso é um outro alerta de Paulo. "Um pouco de fermento leveda a massa toda". (Gálatas 5:9).

Para saber o que é certo ou não, basta ouvir e comparar – São materiais ou espirituais? Estão buscando valores ou coisas deste mundo ou as do mundo vindouro? Jesus sempre avisou que seu Reino não é da terra "Disse-lhes ele: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo". (João 8:22). A palavra falsa semeada não dá frutos. É como se fosse uma semente semeada entre espinhos. Podemos notar que as pessoas estão Mais preocupadas com este mundo. "E o que foi semeado entre os espinhos, este é o que ouve a palavra; mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera". (Mateus 13:22).

Compare! Prove os espíritos. (I João 4:1). Está de acordo com a Bíblia. Se quiserem me seguir, disse Jesus, o que tenho a oferecer é a vida eterna. "E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna". (Mateus 19:29). Jesus diz para abandonarmos tudo e todos os que não querem saber do Evangelho, e nós queremos mordomia?

Vê-se por aí muitos shows que só mexem com a carne não com o espírito e, não agrada a Deus. "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai". (Filipenses 4:8).

Existem até aqueles que proíbem os irmãos de lerem a Bíblia. Mas Jesus tem uma palavra para os que seguem tal conselho. "Respondeu-lhes Jesus: Porventura não errais vós em razão de não compreenderdes as Escrituras nem o poder de Deus?" (Marcos 12:24). "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura". (Marcos 16:15).

Muitos se baseiam em seu próprio conhecimento teológico achando que isso os levará a algum lugar. Perda de tempo! O estudo de Deus não nos aproxima de Deus. "Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia" (Coríntios 3:19).

Outros ainda que dizem profetizar e revelar, mas a Palavra de Deus; e muito clara a este respeito. Quando João, que estava preso na Ilha de Patmos, morreu mais ou menos em 98 d.C., tudo isto acabou. "A lei e os profetas vigoraram até João; desde então é anunciado o Evangelho do reino de Deus, e todo homem forceja por entrar nele". (Lucas 16:16). "Pois todos os profetas e a lei profetizaram até João". (Mateus 11:13) A Lei foi substituída pelo Evangelho de Cristo e nenhum profeta mais existiu.

E como é importante estar com a verdade! "Santifica-os na verdade, a tua palavra é a Verdade". (João 17:17). A Bíblia é e sempre será o único meio de conhecermos aquele que pode nos livrar do pecado, e nos dar vida aqui e também e nos guiar para uma eternidade com Deus e ao lado de Cristo.
Se você já adquiriu a verdade, não a deixe, mas se ainda não a tem, busque-a sem descanso. "E conhecereis a verdade, e a verdade vos Libertará". (João 8:32). E como buscá-la? Basta seguir este conselho "... Senhores, que me é necessário fazer para me salvar? Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa" (Atos 16:30-31). A Salvação é pessoal e intransferível, mas seu testemunho poderá salvar também aqueles que você ama.

Não se deixe levar e nem se conforme com as coisas deste mundo "E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus". (Romanos 12:2), e muito menos ainda pelas "Disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade é fonte de lucro" (I Timóteo 5:6).

Que Deus abençoe esta mensagem.

"Vós não me escolhestes a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades
e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes
ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda". (João 15:16).

Quem fala a verdade manifesta a justiça; porém a testemunha falsa produz a fraude.

"Provérbios 12:17"

Mensagens Bíblicas O Veredicto