A Vida Pela Janela

Dois homens, seriamente doentes, ocupavam o mesmo quarto de um hospital. Um deles ficava sentado em sua cama por uma hora todas as tardes para conseguir drenar o líquido de seus pulmões. Sua cama ficava próxima da única janela existente no quarto.

O outro homem era obrigado a ficar deitado de bruços em sua cama por todo o tempo. Eles conversavam muito. Falavam sobre suas mulheres e suas famílias, suas casas, seus empregos, seu envolvimento com o serviço militar, onde eles costumavam ir nas férias.
E toda tarde quando o homem perto da janela podia sentar-se ele passava todo o tempo descrevendo ao seu companheiro todas as coisas que ele podia ver através da janela.

O homem na outra cama começou a esperar por esse período onde seu mundo era ampliado e animado pelas descrições do companheiro. Ele dizia que da janela dava para ver um parque com um lago muito bonito; Patos e cisnes brincavam na água enquanto as crianças navegavam seus pequenos barcos. Jovens namorados andavam de braços dados no meio das flores e estas possuíam todas as cores do arco-íris. Grandes e velhas árvores cheias de elegância na paisagem, e uma fina linha podiam ser vista no céu da cidade.
Quando o homem perto da janela fazia suas descrições, ele o fazia de modo primoroso e delicado, com detalhes e o outro homem fechava seus olhos e imaginava a cena pitoresca.

Uma tarde quente, o homem perto da janela descreveu que havia um desfile na rua e embora ele não pudesse escutar a música, ele podia ver e descrever tudo. E assim, dias e semanas passaram-se. 
Em uma manhã a enfermeira do dia chegou trazendo água para o banho dos dois homens mas achou um deles morto. O homem que ficava perto da janela morreu pacificamente durante o seu sono à noite. Ela estava entristecida e chamou os atendentes do hospital para levarem o corpo embora.

Assim que julgou conveniente, o outro homem pediu à enfermeira que mudasse sua cama para perto da janela. A enfermeira ficou feliz em poder fazer esse favor para o homem e depois de verificar que ele estava confortável o deixou sozinho no quarto.

Vagarosamente, pacientemente, ele se apoiou em seu cotovelo para conseguir olhar pela primeira vez pela janela. Finalmente, ele poderia ver tudo por si mesmo. Ele se esticou ao máximo, lutando contra a dor para poder olhar através da janela e quando conseguiu fazê-lo deparou-se com um muro todo branco.
Ele então, explicando à enfermeira que seu companheiro de quarto que havia morrido, em todo o tempo descrevia o que se passava do lado de fora da janela. Surpreso perguntou à enfermeira o que teria levado seu companheiro a descrever-lhe coisas tão belas, todos os dias se pela janela só dava para ver um muro branco.

A enfermeira respondeu que aquele homem era cego e não poderia ver nada mesmo que quisesse. Talvez ele só estivesse pensando em distraí-lo e alegrá-lo um pouco mais com suas histórias.

Nesta estória temos muitas morais e pontos de vista para analisarmos, mas podemos destacar algumas:

Aquele homem doente, próximo à janela, tinha problemas, mas não esteve se preocupando consigo mesmo. Ele possuía uma alegria interior e com os olhos da fé conseguia ver tudo quanto Deus colocava em seu coração. O que ele via e descrevia ao outro companheiro de quarto, muitas vezes, nós com ambos os olhos, tendo uma visão perfeita, sequer conseguimos ver nossas falhas. O ser humano é realmente cego, só consegue se ver. Não quer enxergar nada que necessite de seu esforço, que tome seu tempo ou dinheiro. Prefere ignorar a ajudar. "Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nú". (Apocalipse 3:17).

Certa vez um cego pediu ajuda a Cristo, pois tinha problema na visão "E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista". (Marcos 10:51). Isso é o que precisamos fazer, buscar ao Senhor e pedir que nos dê visão espiritual.

Devemos sentir em nosso coração uma tremenda alegria em fazer outras pessoas felizes, independente de nossa situação no momento; muitas vezes a alegria de outra pessoa não está, como muitos pensam: no dinheiro ou bens materiais, às vezes, basta uma palavra de consolo ou de amor.

Devemos "sempre" nos preocupar muito mais com os problemas e pesares dos outros e não apenas com os nossos, com nossa vida mesquinha. O ser humano é tão ganancioso, que não quer dividir nada, tudo é dele e tudo é para ele. Se dividirmos os problemas dos outros conosco, estaremos reduzindo suas aflições e isso é agradável aos olhos de Deus.

Devemos compartilhar o amor e a felicidade que temos sem estar na espera do retorno. Mesmo que pensemos, em nosso coração enganoso como ele realmente é, mas e eu? "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" (Jeremias 17:9).
Não devemos nos preocupar conosco, o que realmente importa, perante a Bíblia é que se nos preocuparmos com nosso próximo... [próximo não quer dizer, pai, mãe, irmão e amigos apenas; próximo é aquele que está do nosso lado] certamente preocupar-se-ão conosco também, não que isto deva ser uma meta em nossa vida, pois devemos fazer por amor e não pelo retorno. Certamente á Deus quem dá a retribuição.

Deus um dia nos amou enviando seu Filho Único para morrer na cruz por nós e, Ele esperou que nós O amássemos primeiro para tomar esta decisão? Certamente que não! "Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos". (I João 4:9). Devemos amar! "Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitando, lhe fechar o seu coração, como permanece nele o amor de Deus". (I João 3:17). Se a humanidade doente que hoje vemos, tivesse Cristo como Seu Salvador e Deus no coração, afirmo com plena convicção que não teríamos tantas mortes, corrupção, doenças e guerras no mundo, uns querendo literalmente engolir ou outros, como se tudo que está acontecendo fosse normal. Teríamos um mundo de paz e alegria!

Se você quer ser rico, você não tem que trabalhar dia e noite para isso! A única coisa que você precisa fazer é encontrar o verdadeiro amor - Cristo Jesus, o único capaz de nos levar a Deus.

Passe esta mensagem àqueles que te cercam. Pergunte àqueles que cruzam o seu caminho se está tudo bem. Pergunte das suas dores, dos seus pesares, das suas aflições. Ajude-as a se levantar e sair da situação. Fale das coisas dos céus, fale das coisas que o dinheiro não pode comprar. Fale da Salvação pela graça dada por Deus. "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus". (Efésios 2:8) Fale do verdadeiro amor, aquele que você mesmo pode estar procurando e não sabe onde está; o amor de Deus.

Engano há no coração dos que maquinam o mal; mas há gozo para os que aconselham a paz.

"Provérbios 12:20"

Mensagens Bíblicas Vidas Transformadas